O Projeto


Em 2014 eu havia criado um blogue sobre cozinha e pesquisando receitas, livros e filmes para escrever minhas postagens fui surpreendida pela quantidade de produções para o cinema, TV e web realizadas no mundo e no Brasil. São documentários, filmes ficcionais e animações em formato longa, média ou curta-metragem que ganham cada vez mais espaço junto ao público. Resultado disso surge o blogue Cinema e Alimentação para divulgar boa parte dos títulos, festivais e mostras de cinema realizadas nas últimas décadas e que têm a alimentação por tema.

Sou formada em História, cursei pós em Gestão e Produção Cultural  e  em 2014/2015 fiz um curso de Chef de Cozinha  para poder falar com alguma propriedade sobre receitas, insumos e o universo da alimentação. Nesse mesmo período estive em Bituruna, cidade localizada no Território dos Pinheirais na região centro-sul do Paraná e acabei me apaixonando pela paisagem, pelos vinhos, pela gastronomia e pela hospitalidade de sua gente.

Fruto disso nasce a proposta da Mostra Internacional de Cinema “Nossa Terra”: Cultura e Alimentação edição Bituruna, cidade que a meu ver tinha e tem uma vocação natural para o turismo de experiência devido a sua produção vitivinícola e alimentar, além é claro de outros fatores como a beleza do entorno e suas rotas turísticas. Relação orgânica que eu buscava para poder realizar algo assim.

A preocupação com o futuro da alimentação e seus desdobramentos já não são assuntos só de especialistas. O cinema se tornou nos últimos anos um grande aliado nessa discussão e atinge um número cada vez maior de pessoas, fazendo-as refletir sobre: O que comemos; Como, onde e quem produz o que chega ao nosso prato. Isto posto podemos perceber a importância de inciativas como esta, afinal de contas a alimentação é nossa necessidade mais básica sem a qual todo e qualquer ser vivo pereceria.

Este projeto foi submetido à Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e aprovado, seguiu em captação de 2017 a 2018, mas em virtude das dificuldades na obtenção de recursos a mostra se realizou sem o uso do mecanismo de renúncia fiscal federal. Proposta também submetida ao Edital 2017 do Profice-PR, teve sua documentação habilitada, foi aprovada na análise de mérito obtendo pontuação para classificação, porém não foi convocada para captação de recursos através do mecanismo de renúncia fiscal estadual.  

As duas edição realizadas 2017 e 2018 só foram possíveis graças ao esforço conjunto desta produtora, dos diretores e produtores dos filmes selecionados nas duas edições, dos atores locais com destaque para o governo municipal de Bituruna e sua Secretaria de Educação e Cultura, empresários e comerciantes, instituições de educação e conselhos, canais de comunicação, profissionais e demais colaboradores, os quais damos a conhecer neste canal (saiba mais em Estão Conosco, Créditos e Edições  Anteriores) e em nossa fanpage no Facebook. 

Com duas edições realizadas entendemos que esta iniciativa deve ser revista. Continuaremos trabalhando temas como Cultura e Alimentação, mas vamos ampliar nossas possibilidades incluindo  Sustentabilidade e Etnia, temas relevantes que dialogam com os objetivos do projeto, além disso entendemos que a itinerância desta mostra se faz necessária para atender outras cidades do Paraná e/ou do país, tendo em vista sempre a formação de público, a acessibilidade e a democratização da cultura.

Para mais informações acompanhe as publicações neste canal. Para saber como ser um patrocinador e/ou apoiador do projeto entre em contato através dos e-mails micnossaterra@gmail.com e/ou culturaincompany@gmail.com.



Meg Mamede
Produtora Cultural 

***