"Guardiãs do Queijo Coalho do Sertão", a força da Mulher alimentando gerações.


Lançado em 2013 o curta-metragem "Guardiãs do Queijo Coalho do Sertão" (Brasil) foi exibido em vários festivais e mostras nacionais entre eles o Slow Filme de Pirenópolis e será exibido no Paraná na programação da 2ª edição da Mostra Internacional de Cinema "Nossa Terra": Cultura e Alimentação.

O curta de Rita Simone Liberato com produção de Profª. Dra. Sônia de Souza Mendonça Menezes da Universidade Federal do Sergipe (UFS) nos conta um pouco da história e luta para manutenção de uma tradição que já alimentou muitas gerações de sertanejas no interior do Sergipe.

Elas aproveitam o leite, importante recurso territorial, para elaborar o queijo. “Com o soro, subproduto da produção de queijos, as mulheres alimentam os suínos que, comercializados, geram a renda que contribui para a sustentabilidade do estabelecimento rural e a continuidade nessa terra, lugar de vida e labuta”, afirma Sônia, produtora desse trabalho.

O documentário foi elaborado a partir do projeto de pesquisa Queijo de coalho caseiro: o saber fazer tradicional das mulheres camponesas e a geração de renda no território do Alto Sertão Sergipano, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e coordenado pela professora Sônia S. M. Menezes, com participação dos estudantes de graduação em geografia da UFS, Alexandro Batista dos Santos e José Natan Gonçalves da Silva, da técnica da Emdagro, Abeaci dos Santos, e da engenheira de alimentos Dra. Fabiana Thomé da Cruz (PGDR/UFRGS), que assina a co-produção do filme.

Segundo a diretora Simone Liberato, as camponesas “mulheres de opinião” dos municípios de Monte Alegre de Sergipe, Porto da Folha e Nossa Senhora da Glória e seus familiares contam suas histórias e relatam a relevância da produção de queijo para a vida de suas famílias. “Guardiãs do Queijo Coalho do Sertão nos chama à reflexão sobre a produção de alimentos identitários no mundo rural, produção alicerçada pela demanda de mercado consumidor urbano e inserida no circuito “invisível” da economia”, acrescenta Sônia Menezes.

Para realizar este trabalho, a equipe contou com a importante contribuição de: Dona Carmelita, Dona Aninha, Dona Daci, Sr. José de Aninha, Dona Maria Isabel (Beza), Dona Maria José, do município de Monte Alegre de Sergipe. Dona Maria de Sá Delfino (D. Lindinalva), Ezequiel Delfino, Isaac Delfino, Dona Maria Célia, de Porto da Folha. Dona Gilane, Sr. João Messias, Dona Maria Helena, Dona Maria Valdete  e Sandro Nunes, residente em Nossa Senhora da Glória.

A finalização do documentário é de Ludwig Birkner e Marcus Hora. As músicas foram gentilmente cedidas pela cantora e compositora Joésia Ramos. A designer Clarissa Rocha, assina o projeto gráfico.

FICHA TÉCNICA

Título: Guardiãs do Queijo Coalho do Sertão
Direção: Rita Simone Liberato
Gênero: Documentário 
Duração: 14 minutos
País: Brasil
Ano: 2013
Classificação: Livre

EQUIPE

Câmera/Edição/Direção: Rita Simone Liberato
Produção: Sônia de Souza Mendonça Menezes
Co-produção: Fabiana Thomé da Cruz
Assistentes de Produção: Dona Carmelita, Dona Aninha, Dona Daci, Sr. José de Aninha, Dona Maria Isabel (Beza), Dona Maria José (Monte Alegre de Sergipe). Dona Maria de Sá Delfino (D. Lindinalva), Ezequiel Delfino, Isaac Delfino, Dona Maria Célia (Porto da Folha). Dona Gilane, Sr. João Messias, Dona Maria Helena, Dona Maria Valdete  e Sandro Nunes (Nossa Senhora da Glória).
Finalização: Ludwig Birkner e Marcus Hora
Música: Joésia Ramos
Designer: Clarissa Rocha
Coordenação: Sônia de Souza Mendonça Menezes
Equipe: Abeaci dos Santos e Fabiana Thomé da Cruz
Apoio: Alexandro Batista dos Santos e José Natan Gonçalves da Silva

***