"Carijo", uma tradição indígena que virou símbolo do Rio Grande do Sul.

O documentário "Carijo" é resultado de projeto que foi contemplado em edital de Patrimônio Cultural Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). É uma realização do Coletivo Catarse para valorizar uma cultura ancestral, de raiz indígena, em fase de extinção, mas que é a base histórica da produção da bebida símbolo do Rio Grande do Sul: o chimarrão.

Vale destacar que foram realizadas cerca de seis carijadas diretamente relacionadas com o projeto, onde mais de 500 pessoas participaram de ações diretas da produção artesanal da erva-mate ao longo da produção do documentário. Surgiram desde o lançamento do filme em 2014 diversas iniciativas espontâneas de carijadas de gente que tomou conhecimento do processo todo através do filme.

Com mais de 8500 visualizações no Youtube o filme também está disponível em plataformas como o VideoCamp (parceiro da MIC Nossa Terra na edição passada). Já foram realizadas cerca de 70 exibições diretas do filme pelo Coletivo Catarse desde 2014, com sessões em espaços culturais, escolas, cineclubes e cinemas, estimando um público de mais de 6000 pessoas.

Também foram distribuídos mais de 500 Kits para atores culturais, centros culturais, espaços de ensino e outras instituições, como os que serão entregues à Uniguaçu – Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu de União da Vitória, PR, e à Biblioteca Municipal de Bituruna, também no Paraná.



FICHA TÉCNICA

Título: Carijo
Diretor: Gustavo Türck
Gênero: Documentário 
Duração: 59 minutos
País: Brasil
Ano: 2014
Classificação: Livre

EQUIPE

Direção: Gustavo Türck
Produção: Coletivo Catarse
***