"Café, um Dedo de Prosa", um pouco da história da bebida mais consumida no mundo.

A animação “Café, um dedo de prosa”, de Maurício Squarisi (Brasil, 2017), conta de modo leve e bem-humorado a história do café, e mostra sua importância na história do Brasil. O longa-metragem estreou no Circuito Spcine de Cinema nos Ceus, em São Paulo, no ano passado. Após cada sessão, acontceram oficinas de animação com a equipe do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas, do qual Squarisi é diretor e co-fundador, ao lado de Wilson Lazaretti.

Com codistribuição da Spcine, empresa de desenvolvimento do audiovisual da Prefeitura de São Paulo, “Café, um dedo de Prosa” se desenrola a partir do encontro dos amigos Vera Holtz e Wandi Doratiotto em uma cafeteria. Apaixonados pela bebida, eles travam um bate-papo informal e descontraído sobre a história do café. Acompanhando esse diálogo, o público vai descobrindo muitas curiosidades sobre a bebida mais popular do país, sua importância histórica e influência na economia, política e até na cultura brasileira.

Baseado no livro “A História do Café” de Ana Luiza Martins (Editora Contexto, 2008) o filme é resultado de seis anos de trabalho e chegou aos cinemas no ano passado além de circular por diversos festivais e mostras de cinema do país. Nossa exibição em Bituruna será a primeira no Paraná.

Squarisi começou em 2009 a desenvolver o projeto do filme, após encontrar o livro da historiadora Ana Luiza Martins, que também é consultora e revisora histórica da obra. 


FICHA TÉCNICA

Título: "Café, um Dedo de Prosa"
Direção: Maurício Squarisi
Gênero: Animação 
Duração: 72 minutos
País: Brasil
Ano: 2017
Classificação: 10 anos


***